Compartilhe
Foto: Celso Peixoto

Para evitar a greve da categoria, o prefeito apresentou proposta sobre o Cartão Alimentação e se comprometeu em buscar alternativas para redução de despesas, visando atender as pautas dos servidores.

O prefeito municipal, Fabricio Oliveira, após receber os servidores em reunião na manhã de quinta-feira(28/06), encaminhou proposta por escrito aos servidores municipais buscando evitar a greve da categoria.

O sindicato convocou uma Assembleia Extraordinária de urgência, na sexta-feira, conforme encaminhamento da última assembleia, para que os servidores pudessem apreciar a proposta contida no Ofício nº 208/2018/GAP, com os principais termos:

1. Aumento de cerca de 20% no Cartão Alimentação, para R$ 400,00, em janeiro, para quem já recebe;

2. Reabertura da negociação das demais pautas dos servidores, com o auxílio do sindicato em um levantamento em todos os órgãos da administração, no sentido de consolidar a receita e reduzir as despesas;

3. Agendada reunião para o mês de agosto para reavaliação do cenário e andamento dos levantamentos realizados;

4. A partir da reavaliação da situação, o Município ainda poderá avançar na pauta dos servidores em 2018.

Os servidores na Assembleia Geral Extraordinária, de sexta-feira (29/06), também deliberaram por conceder este prazo para a realização dos levantamentos e que voltariam a se reunir em assembleia no mês de agosto para acompanhamento dos resultados.

Com essa decisão da assembleia, ficou deliberado pela maioria dos presentes, a SUSPENSÃO DA GREVE dos servidores municipais do dia 02 de julho de 2018.