Compartilhe
Fotos: Ricardo de Oliveira

Foi discutido em segunda Audiência Pública nesta quinta-feira (05), o Plano de Mobilidade Urbana (PlanMob) de Balneário Camboriú. Além da apresentação do diagnóstico e dos estudos já realizados sobre o trânsito na cidade, propostas de mudanças nas vias e transportes da cidade, a explanação demonstrou metas e ações em nove eixos: Transporte Público, Pedestre, Bicicleta, Transporte Motorizado Individual, Sistema Viário, Mercadoria, Turismo, Gestão e Polo Gerador de Tráfego.

O PlanMob visa apresentar estratégias e ações de 2018 até 2030 e está sendo estruturado conforme os conceitos dispostos na Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei Federal 12.587/12).

Esta foi a segunda audiência pública realizada na Câmara de Vereadores. Na sequência o projeto de lei será montado no Gabinete do Prefeito e encaminhado para a Câmara de Vereadores em seguida.

Para o prefeito Fabrício Oliveira, o Plano de Mobilidade é de grande importância para que a cidade possa melhorar a locomoção de todos e a qualidade do transporte público, incentivando um maior uso. “Como Balneário Camboriú estava fora da AMFRI, não foi contemplada com o plano elaborado pela associação em parceria com os municípios, o que agora estamos executando”, lembrou o prefeito.

O Plano de Mobilidade foielaborado pela Consultran Engenharia, contratada pelo Município por meio de licitação e conta com a participação da Prefeitura de Balneário Camboriú por meio do FUMTRAN e da Secretaria de Planejamento.

Veja o diagnóstico do Plano de Mobilidade aqui.

Compartilhe