Compartilhe

Balneário Camboriú está prestes a ganhar um novo equipamento turístico e cultural, o Museu da Imagem e do Som (MIS-BC) será inaugurado no dia 20 de julho, dia do aniversário de 54 anos de Balneário Camboriú.

São 6 andares que reúnem peças colecionadas durante 40 anos pelo empresário Fernando Delatorre, que foi proprietário de salas de cinema na cidade.

O museu contará com um acervo de aproximadamente 2.800 peças, equipamentos de som (gramofones, caixas de som, vitrolas, radios, etc), máquinas fotográficas e projetores de imagens e seus acessórios (lanternas mágicas, projetores de cinema, moviolas, etc).

No acervo há raridades vindas de todo mundo, Fernando Delatorre garante que não há nada comparado no Brasil, sendo o museu um grande diferencial não só para Santa Catarina quanto para o país.

O equipamento cultural mostra ainda aspectos curiosos do desenvolvimento da indústria do segmento. Entre as peças que fazem parte do acervo estão, por exemplo, os projetores que fizeram parte dos Cinerama, Autocine e Cine Itália – primeiros cinemas de Balneário Camboriú no século 20 –, um gramofone fabricado em 1890 em Londres (Inglaterra) e ainda um filme original de 9,5 milímetros de Charles Chaplin datado de 1917. No último andar do MIS, uma seção especial dedica-se a contar parte da história do mercado financeiro brasileiro e internacional através de cédulas e moedas de diferentes países.

Toda restauração, manutenção e conservação foi realizada pela própria equipe de Delatorre, devido a falta de mão de obra qualificada na região.

Além da área de exposição permanente, a estrutura do museu conta com um auditório com capacidade para 50 pessoas, espaço para exposições itinerantes e apresentação de filmes através de projetores antigos de 8 milímetros, super 8, 16 e 35 milímetros. O museu tem ainda estacionamento privativo coberto, cafeteria aberta ao público, biblioteca, espaço para cursos e oficinas e loja de souvenirs.

O Museu da Imagem e do Som de Balneário Camboriú (MIS-BC) será aberto ao público de terça-feira a domingo, das 13h às 18h. O espaço também será aberto a visitas escolares e de grupos, que devem ser agendadas através do telefone (47) 3363-5786.

A administração e responsabilidade pelo funcionamento do Museu da Imagem e do Som de Balneário Camboriú é do Instituto Delatorre.

A cidade do cinema

A trajetória da história do cinema em Balneário Camboriú está diretamente ligada à família Delatorre. Primeiro grande empreendedor de entretenimento do município, Eduardo Delatorre, pai de Fernando e patriarca da família, inaugurou três cinemas na cidade entre 1965 e 1984, sendo os maiores de Santa Catarina. Foi neste ambiente mágico do cinema que Fernando Dellatorre foi criado e onde exerceu diferentes funções dentro do cinema.

Quando inaugurado, o Cinerama de Balneário Camboriú possuía capacidade para 1,2 mil pessoas em uma cidade que, na época, tinha 10 mil habitantes. Ou seja, o cinema tinha capacidade de acomodar pouco mais de 10% da população local de uma só vez.

Situado ao lado do MIS-BC, o Cine Itália é um dos únicos cinemas de Santa Catarina que ainda projeta filmes em 35 mm em tela gigante, com poltronas e todas as características originais de quando foi inaugurado, em 1984. Fernando Delatorre pretende voltar a fazer exibições de filmes clássicos na sala de cinema, como parte integrante da experiência de contar a história da sétima arte.

Museu da Imagem e do Som de Balneário Camboriú (MIS-SC)

Endereço: Rua 700, 44, Centro, Balneário Camboriú

Horário de visitação: terça a domingo, das 13h às 18h

Valor: R$ 20 e R$ 10 (meia)

Agendamentos para grupos: (47) 3363-5786

Doações:

O MISBC recebe doações de itens e equipamentos que tenham relação com seu acervo.

Confira algumas imagens em primeira mão:

Compartilhe