Compartilhe
Foto: Inclusão Social

A horta comunitária do Bairro São Judas Tadeu será inaugurada nesta sexta-feira (13), às 9h. Localizada em um terreno público na Avenida Hermógenes Assis Feijó, esquina com a Rua Maurício Venâncio Cunha, a horta atende a um pedido da comunidade e homenageia Senhorinha Aparecida da Silva, moradora falecida no mês passado.

O plantio começou na manhã desta quarta-feira (11). Serão cultivados produtos como alface, cebolinha, salsa, brócolis, beterraba, cenoura e ervas medicinais. A ideia da horta nasceu há dois anos e meio, de um grupo de famílias acompanhadas pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Construindo Cidadania. Na época, os moradores fizeram um abaixo-assinado e entregaram o documento ao CRAS.

As mudas e os insumos foram fornecidos pelo Departamento de Economia Artesanal (DEA), ligado à Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social. O DEA também cercou o terreno e implantou os canteiros. De acordo com o diretor do departamento, Marco Dalmas, será oferecida permanentemente orientação aos moradores para que os produtos sejam cultivados sem agrotóxicos.

O CRAS Construindo Cidadania coordenará, com os moradores, as ações da Horta Comunitária Senhorinha Aparecida da Silva, que fará parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV).

“Ela sempre plantou em parte daquele terreno. Quando iniciamos o projeto, ela ficou muito contente e faria parte dele, já que sempre plantou ali e dividia o excedente com a comunidade. Em uma das últimas vezes que foi ao CRAS, disse que a horta era a realização de um sonho”, contou a coordenadora do CRAS Construindo Cidadania, Claudia Lobo Philippi.

A inauguração faz parte da programação de aniversário de 54 anos de Balneário Camboriú. O São Judas Tadeu é o segundo bairro a receber uma horta comunitária. O primeiro foi o Estaleiro, em 2017.

Compartilhe